domingo, 16 de novembro de 2008

Mulher vai à Justiça para recuperar US$ 13,2 mil pagos a videntes

Uma mulher da Flórida abriu um processo num tribunal de pequenas causas para tentar recuperar US$ 13,2 mil que ela diz ter pago a um grupo de videntes.
Eumanthe Dufrene, 54, alega que a quantia foi entregue para a Doris Palm & Card Reading, uma associação com profissionais que lêem mãos e cartas. O anúncio desse grupo dá a garantia da devolução do dinheiro aos clientes insatisfeitos.
O valor seria referente à contratação de um serviço para “combater o mal” que não teria dado resultados, segundo a publicação local “Naples Daily News”. O processo aberto no final de outubro, de onde foram tiradas as informações, refere-se a acontecimentos de março deste ano.

Tiffany Johnson, sócia da empresa, diz que Dufrene só pagou sua empresa pela leitura de cartas. Ela afirmou ainda que Eumanthe se aborreceu porque queria uma maldição contra o homem que teria matado seu filho e não teve o pedido atendido. A empresária diz ter sugerido que a cliente fosse para o Haiti, caso quisesse levar sua idéia adiante.


----
Ô caso sem futuro!

3 comentários:

Thatha disse...

rsrsrs..nossa q horro a mulher queria acaba com a vida do marido...
ja penso c essa moda pega aki no Brasil

Wander Veroni disse...

KKKKKK...rs...dá-lhe tribunal de pequenas causas...até o exoterismo já virou empresa! Meu Deus!!!

Abraço,

=]

-------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Patricia disse...

Tanto é q na Inglaterra é obrigatório estar, em cada estabelecimento desse tipo, a plaquinha com os dizeres: "Apenas para entretenimento"... Não se pode levar essas coisas a sério...

http://blogdapattyandrea.blogspot.com